segunda-feira, 5 de julho de 2010

Menos futebol, mais turismo.


A copa da Africa foi sucesso para brasileiros.
Para não enfocar a merda que o ex-tecnico Dunga fez durante os 4 anos na frente da seleção brasileira e da entrega do Hexa, ficaremos com a parte turística do pais da copa FIFA de futebol 2010.
Embora  em minha viagem pelo país tive oportunidade de conhecer  somente dois estádios de futebol. O Soccer City, o maior principal estádio de futebol da África do Sul e é a sede da Associação de Futebol Sul-Africana, em Johanesburgo, e o Estádio Moses Mabhida ,em Durban, cidade litorânea a 565km de Johanesburgo.
No Soccer city assisti a pelada, verdadeiro jogo de ¨cumprades¨, Brasil X Portugal.
O país África do Sul me surpreendeu. Surpresa não somente pelo apresentado pela natureza, mas principalmente pelo construído pelo homem. País que pode, se não tivermos o devido cuidado, humilhar o Brasil na copa 2014.

A viagem.
Ao chegar, nas primeiras horas de minha viagem turística, conheci Pretoria, a capital política do país onde reside o presidente e suas 5 esposas. Pretória é uma cidade aprazível, com muitos parques e com os mais importantes monumentos da África do Sul. Ali estão situados os principais museus do país, as embaixadas, ministérios e o palácio do governo. Almoçamos em Pretória, no Restaurante Kream.
Hospedado em Johanesburgo no Protea Hotel Parktonian, localizado a 3 quadras da estação férrea e perto de Ferreira's Mine, Universidade De Witwatersrand  e da Galeria De Arte De Joanesburgo e do Zoológico de Joanesburgo. Johanesburgo é a maior cidade da África do Sul. Johannesburgo é a maior cidade da África do Sul,foi fundada em 1886 com a descoberta de ouro. Hoje é também o maior centro industrial e financeiro do país, sendo uma das 40 maiores áreas metropolitanas do mundo Com cerca de 5,3 milhões de habitantes, é a terceira maior do continente africano e é a capital da província de Gauteng, bem como sede da Corte Constitucional Sul-Africana. Jantamos no Restaurante Carnivore, onde carnes de animais africanos como zebra, crocodilo, avestruz,antílopes e outros são servidos no espeto.
Saída no dia seguinte para programação de dia inteiro em Lesedi Cultural Village e no Lions Park.
Lesedi é uma espécie de parque onde as diversas tribos que compõem as origens dos negros Sul Africanos estão distribuídos. Hábitos e costumes são preservados em aldeias habitadas pelos tribais. Almoçamos em um restaurante dentro do Lesedi.
Logo após o almoço fomos para o parque dos leões, o Lions Park, onde os visitantes passeiam em carros com grade e os leões ficam livres. Tive oportunidade de fazer carinho em um leãozinho nascido em cativeiro, colocando a mão em sua boca, embora sendo o único a ter essa coragem. Retornamos ao Hotel e saímos para Jantar no Restaurante Mangiare Melrose Arch, com comidas italianas.
Tive oportunidade de conhecer, no dia seguinte, Sun City. Situado a duas horas e meia de Johanesburgo,que percorremos em ônibus especial, o complexo de Sun City fez fama internacional pela extravagância e luxo de suas instalações.
Localizado na província de North West, onde belas plantações de girassóis enfeitam os campos, o complexo conta com cassino, piscina com ondas, campo de golfe e o único hotel 6 estrelas do planeta, o The Palace of The Lost City.Um espetáculo de tirar o fôlego que congrega ainda uma floresta, jardins semitropicais e um parque aquático, o Waterworld.Na programação de dia inteiro no complexo de Sun City incluiu almoço no restaurante Península, situado nas margens de um rio com cascatas, que embora muito bonito, foi construído pelas mãos dos sulafricanos. Após o safári fotográfico, onde o frio parecia gelar a alma quando o sol se pôs, jantamos no meio da selva no Bakubung Boma, sob luz de lampiões e de uma imensa fogueira. Retornamos a Johanesburgo a noite.
Sabado, dia do jogo fomos para Aeroporto OR Tambo para embarque com destino a Durban. Almoçamos em Durban, no restaurante The Blue Zoo,ao lado de um parque muito florido e servido por indianos.
As 14 horas, hora local, Saída do restaurante para assistir ao Jogo Brasil x Portugal, no Estádio de Durban.
No domingo saímos para programação de dia inteiro em Gold Reef City, um parque de diversões com diversas atrações que fica nas imediações da entrada de uma mina de ouro, desativada, mas de onde saiu a maior quantidade de ouro do mundo.Almoçamos em Gold Reef City em um restaurante nos moldes do cassino que funciona no mesmo prédio.
Jantamos nesse dia no Restaurante Moyo, com show de danças típicas e musica ao vivo com cantor local. No final da noite os brasileiros se apossaram dos tambores dos cantores para promoverem uma roda de samba e outras musicas brasileiras. Uma farra só.
Na manhã seguinte voltamos a São Paulo pela Africa South Aerlaines, com almoço no avião e jantar no Hotel Marriott São Paulo Airport, mesmo hotel que pernoitamos no primeiro dia de viagem.
A seleção não foi Hexa, mas no sentimos campeões nessa viagem marcante, lembranças para uma vida.
Mais fotos no orkut Alberto Bouchardet

Um comentário:

  1. Eae Alberto, as fotos ficaram mui boas...

    ResponderExcluir