quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Polícia Civil de Minas Gerais abre concurso para 30 vagas para médicos


Seleção é para médicos. Os salários variam de R$ 1.707,55 a R$ 2.541,52.
Os cargos são para médico generalista e médico nas especialidades de angiologia, cardiologia, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, ginecologia, hematologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria, proctologia, psiquiatria, urologia, patologia e geriatria.
Para o cargo de médico generalista, que exige apenas graduação, o salário é de R$ 1.707,55, já para médico especialista, que exige graduação e pós-graduação lato sensu, o salário é de R$ 2.541,52.
As inscrições devem ser feitas entre os dias 4 e 8 de fevereiro na sede da diretoria de recursos humanos da Polícia Civil, localizada na Rua dos Pampas, 70, em Belo Horizonte, das 9h às 17h. Não há cobrança de taxa.
Os candidatos devem levar currículo, de acordo com modelo disponível no edital, original e cópia do documento de identidade.
A seleção será feita por meio de análise curricular e entrevista.
O processo seletivo terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Inscrições
De 4 a 8 de fevereiro
Vagas
30
Salário
R$ 1.707,55 e R$ 2.541,52
Taxa
não há

domingo, 27 de janeiro de 2013

Argentina enviará pele para tratamento dos queimados em incêndio no Sul

Buenos Aires, 27 jan (EFE).- A Argentina enviará pele para os feridos com queimaduras graves do incêndio de uma discoteca no Brasil, na qual morreram 232 pessoas, informaram neste domingo fontes oficiais.
O envio foi acordado pelo Ministério da Saúde argentino, a pedido das autoridades do Rio Grande do Sul.
Segundo um comunicado da pasta argentina, o titular do Instituto Nacional Central Único Coordenador de Ablação e Implante (Incucai) da Argentina, Carlos Soratti, recebeu um chamado de Rosana Reis Nothen, coordenadora de transplantes do Rio Grande do Sul, que formulou o pedido de pele para os tratamentos pelos quais as pessoas que sofreram queimaduras graves no incêndio precisarão passar.
"Vamos pôr à disposição de nossos colegas brasileiros a quantidade de pele que pudermos, de acordo com a quantidade da mesma em nosso banco de pele que funciona no Hospital Garrahan (de Buenos Aires)", explicou o secretário de Políticas, Regulação e Institutos do Ministério da Saúde argentino, Gabriel Yedlin.
Por sua vez, Soratti disse no comunicado que "apesar de a pele não ser necessária no primeiro momento de intervenção médica, não é uma questão de urgência nem que se necessite atualmente", a Argentina vai "dispôr a logística para enviá-la o mais breve possível e seguindo todas as normas de segurança e qualidade para que chegue ao destino em ótimas condições". EFE

Dona de casa brasileira descobre petróleo no quintal


A casa situa-se num bairro do subúrbio de Salvador, na Bahia e a dona de casa Tereza Barbosa e a sua filha, a estudante Daniela Fiúza, nem queriam acreditar quando o trator que escavava o local encontrou algo enterrado e teve que interromper o serviço. "Em princípio, pensamos que era um poste antigo, que deveríamos arrancar", disse a estudante ao jornal O Estado de São Paulo.
"Nossa sorte é que, logo depois, começou a escorrer aquele líquido escuro. A gente achou que era petróleo, mas não tinha certeza. Por isso, paramos a obra e chamamos a Petrobrás e a ANP (Agência Nacional do Petróleo)", contou à publicação. "Os técnicos da empresa e da agência visitaram a casa segunda-feira e atestaram que o líquido negro e viscoso que escorre do lado da tubulação é petróleo", confirmou Daniela.
A obra teve de ser adiada, segundo a estudante: "Eles disseram que, se retirássemos a tubulação, poderia haver vazamento, até inundação da área".
O parecer dos especialistas não elevou as expectativas das proprietárias do imóvel. "Eles levaram um pouco para exames, afastaram riscos de explosões e contaram que voltariam para realizar mais testes, para ver se há viabilidade económica para o poço. Mas avisaram que é pouco provável", confessou a filha da dona de casa ao jornal brasileiro.
Apesar de ter que adiar a obra e não ficar milionária com a descoberta, Daniela disse estar feliz com a novidade: "Quantos podem dizer que têm petróleo no quintal?"
A presidente da associação de moradores, Adélia Lima, quer usar a descoberta para trazer melhorias para o bairro. "Não há pavimentação nas ruas, a rede de esgoto é precária, a iluminação pública é insuficiente. Isso sem falar da criminalidade, que está tomando conta".

Imbecilidade se manifesta nas redes sociais.



Culpam Lula pelas mortes no incêndio de Santa Maria e desejam o inferno para jovens que sucumbiram. 


Cenas fortes: Tragédia de Santa Maria

video

Incêndio deixa dezenas de mortos em boate de Santa Maria RS


Dois caminhões levaram os corpos até o ginásio esportivo da cidade, que foi isolado pela Brigada Militar para evitar a invasão de parentes e amigos. O primeiro caminhão levou 67 corpos e o segundo levou 70 corpos.
Palco da boate incendiada. Foto do facebook
Um incêndio na madrugada deste domingo deixou ao menos 90 mortos na boate Kiss no Centro de Santa Maria, na região central do Estado. Segundo informações preliminares, cerca de mil pessoas estariam na casa noturna, que fica na Rua dos Andradas. Uma das suspeitas é de que as chamas tenham começado por  volta das 3h com um sinalizador disparado no palco.
A Brigada Militar (BM) isolou a área central da cidade, já que familiares das vítimas estão nas proximidades em busca de informações. Durante o sinistro, muitas pessoas teriam se escondido no banheiro em pânico. O governador Tarso Genro deve chegar em Santa Maria no final da manhã. "Domingo triste! Estamos tomando as medidas cabíveis e possíveis. Estarei em Santa Maria no final da manhã", escreveu no twitter.
O Hospital de Caridade, o Hospital Universitario de Santa Maria (HUSM) e o Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade pedem o auxílio de voluntários para auxiliar no atendimentos às vítimas do incêndio. Os corpos estão sendo levados a um ginásio do município para serem identificados. 

Boate possuía apenas uma porta de saída
Socorro as vitimas
A boate Kiss, em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, alvo de incêndio na madrugada deste domingo, não possuía estrutura adequada para situações como essa. Segundo o Corpo de Bombeiros do município, os extintores de incêndio não estavam funcionando e havia apenas uma saída para os frequentadores - a porta principal. “Falharam os extintores. Os primeiros que eram para funcionar, falharam. Aí até buscarem os outros, já era tarde", lamentou o bombeiro Rodrigo Rosa, que trabalhou na tragédia.
O incêndio deixou centenas de feridos, mas um número ainda desconhecido de mortos. A polícia e o Corpo de Bombeiros ainda trabalham no local, checando as circunstâncias do fogo e retirando corpos da área. Uma das suspeitas é de que as chamas tenham começado por volta das 3h com um sinalizador disparado no palco.
Além da falha nos extintores, a boate possuía apenas uma saída - a mesma porta de entrada. “Não havia saída de emergência. Somente a principal”, relatou Rosa. “É uma cena que ninguém gostaria de ver. Muito triste. Muita gente jovem morta. Muita gente morreu pela fumaça. Muitos pisoteados", comentou. "Muitas pessoas estavam amontoadas. A maioria estava no banheiro. Tudo misturado, homem e mulher", descreveu.
foto do facebook

Com informações e foto do repórter Renato Oliveira do Jornal Correio do Povo